Pão & Poesia na Terra do Sempre


E EU TE CRIEI DO NADA

 

Tu não existias

e eu te criei do nada

soprei em tuas narinas

e teus olhos brilharam

 

quiseste andar e andaste

quando falaste pela primeira vez

fiquei encantado

 

sorriste

quase voaste

eu cada vez mais orgulhoso de ti

 

um dia

numa tarde de outono

dormia numa rede

à sombra de uma sonho

tu chegaste de mansinho

me deste um beijo

disseste que me amavas

que eu era tudo para ti

e eu te criei do nada

 

Carlos Gildemar Pontes

 

Tom Cubbage



Escrito por Gildemar Pontes às 20h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




O EXERCÍCIO DOS CAMINHOS

 

traçar o caminho do teu corpo

e não desistir

navegador solitário que marca a rota

de sua sina no infinito

tecer contigo de mãos dadas a aurora

e ser do sonho o motivo

beber devagar e alcoólatra pedaços de lua

e de ilusões de outrora

esperar, que esperar é bom

e traz a calma dos pássaros

ser mais que um para encher a solidão

perder a noção do adeus

retardar o tempo à sombra de uma árvore

e escrever teu nome num coração de resina

nada ficará perdido

a chama da paixão é breve

o amor é para a eternidade

 

Carlos Gildemar Pontes

 



Escrito por Gildemar Pontes às 21h18
[   ] [ envie esta mensagem ]




DESEMBUSHA, MEU BRASIL BRASILEIRO –AMÉRICA LIVRE!

 

Sou brasileiro com muita alegria. Ostento um orgulho quase insano pelo meu país. Nas aulas de geografia e história eu vibrava com a grandeza da imensidão e a glória dos nossos heróis.  Eu falei heróis? Bem, pelo menos aqueles que a história oficial cultuava. Depois, quando saí da adolescência, conheci os verdadeiros heróis do nosso povo. Antônio Conselheiro, Ana Néri, Luis Carlos Prestes, Zumbi dos Palmares, Dragão do Mar, Patativa do Assaré, Margarida Alves, Luís Gonzaga, Dom Hélder Câmara...

Nossos mitos da história oficial perderam a simpatia para os homens do povo, que ousaram transformar realidades reescrevendo a história do Brasil.

Diferentemente de outros países, o Brasil sem heróis nacionais convincentes, transforma ídolos do esporte em heróis. Pelé, Airton Sena, João do Pulo, Ronaldos ou simplesmente fabrica ídolos de novelas globais. O que não se vê é qualquer um destes ídolos engajados na luta por questões essenciais ao país e ao povo. Por exemplo, a luta pela soberania nacional fica restrita a alguns gatos pardos pingados, já que os socialistas governistas agora são obedientes ao Banco Mundial e ao FMI.

Na Argentina e na Venezuela temos outras atitudes. Há mitos que se eternizam figuras endeusadas, Evita Perón, Che Guevara, Mercedes Sosa, Maradona. Todos em suas atividades sendo ícones de gerações. Não quero discutir o padrão cultural do povo argentino. Na década de 80, em Buenos Aires havia mais livrarias que em todo o Brasil, não sei agora, depois de um sociólogo honoris causa e de um metalúrgico horror à causa.

Maradona vai liderar um protesto anti-Bush, o psicopata invasor. E os nossos pelés, xuxas, as peitudas das novelas, os ratinhos, leõezinhos e outros animais apresentadores? Quem defenderá nossa honra quando os estúpidos soldados americanos estiverem estuprando nossas índias e matando nossos pajés? Esse governo já foi abatido pela febre aftosa da corrupção. Aliás, a febre aftosa está parecendo sabotagem. Quem lucra com a nossa carne sendo banida do mercado? O que os americanos estão fazendo na fronteira do Brasil, da Argentina e do Paraguai? Para quem finalmente eu escrevi este texto? Creio que foi para mim mesmo. Para ver se eu não me alieno e não baixo a cabeça diante das minhas filhas quando elas, no futuro, me cobrarem a atitude que (não) tive: O que você estava fazendo enquanto eles estavam destruindo a educação, a saúde, a universidade que você ensina? Por que vivemos dentro de grades e cercados de cercas elétricas, enquanto os bandidos promovem a violência e a barbárie?

Antes que esqueça, o venezuelano Chaves, acusado pela grande imprensa de ditador, também protesta contra Bush e proibiu a ridícula festa de ralouin, afirmando que isso era cultura americana e provocava a violência. Li ontem no jornal: Chávez e Maradona participarão hoje do ato principal da chamada ‘‘Contracúpula’’, junto com o cantor cubano Silvio Rodríguez, o uruguaio Daniel Viglietti e a pacifista americana Cindy Sheehan, entre outros. Sheehan, conhecida como a ‘‘Mãe Coragem’’, participou de marchas em Washington contra a guerra no Iraque, depois de seu filho morrer em combate.

A III Cúpula dos Povos é o contrapeso da IV Cúpula das Américas e está sendo organizada por cerca de 500 organizações políticas e sociais, que esperam a participação de cerca de 10.000 pessoas de diferentes países, inclusive dos Estados Unidos. A ‘‘contracúpula’’ terminará no sábado 5 de novembro - junto com o encerramento da reunião dos chefes de Estado e de Governo americanos - com uma conferência de imprensa onde serão apresentadas as resoluções dos distintos foros. Hoje, haverá uma passeata pacífica pelas ruas de Mar del Plata liderada pelo Prêmio Nobel da Paz argentino Adolfo Pérez Esquivel. A manifestação terminará com um ato de repúdio a Bush num estádio da cidade. Para Esquivel, Bush é ‘‘um torturador, violador de direitos humanos, assassino, violador das resoluções das Nações Unidas, de tratados internacionais e da soberania dos povos, como ocorreu no Iraque’’. O dirigente informou que as organizações sociais apresentarão um documento aos chefes de Estado, repudiando a ‘‘integração por meio da Alca e a militarização da região, propostas pelos EUA’’. Defenderá ‘‘o não pagamento das dívidas externas ilegítimas’’. O dirigente afirmou que a militarização de Mar del Plata, para onde a segurança de Bush enviou barcos, armas e aviões, ‘‘viola o princípio da autodeterminação dos povos’’. Esquivel assegurou que ‘‘as organizações sociais queremos que a marcha’’ contra Bush ‘‘seja pacífica’’, mas lamentou que ‘‘os presidentes se fechem entre quatro portas para debater e não escutem os interesses dos povos.” (Diário do Nordeste, 01/11/2005).

Pelo país livre da dívida externa e das ameaças externas e internas, vamos protestar contra a vinda de Bush ao Brasil.



Escrito por Gildemar Pontes às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Livros, Esportes, Karate
Histórico
  Ver mensagens anteriores

Outros sites
  Revista Agulha
  Leontino Filho
  Arte Jovem
  Meu outro Blog
  Chico Buarque
  Sônia van Dijck
  SS Tânia Mulher
  Fortaleza Esporte Clube
  Adriana Zapparoli
  Touché
  Mario Cezar
  Linaldo Guedes
  Valéria Poética
  Louise Tommasi
  Loba
  Maísa Pupila
  Maria Borges
  Dora Vilvela
  Queima Bucha
  Carolina de Loar
  Usina das Palavras
  Ivinho
  Márcia Maia
  Garganta da Serpente
  Cadeira de Balanço
  Dira
  Rafaella Souza
  Rafaela Dantas
  Maria Odila
  Alcilene
  Zany
  Assis Dantas
  Alex