Pão & Poesia na Terra do Sempre


LIVRO QUE ALUMIA

 

Meu amor trago-te um sonho

Envolvido em poesia

Construído com esmero

Na existência dos meus dias

 

Cavaleiro corre o campo

Dia e noite, noite e dia

O alimento é o resultado

Que a terra anuncia

 

Se os homens entendessem

Não seriam dominados

O coração não morreria

E a liberdade conquistavam

 

Meu amor trago-te o livro

Que à vida alumia.

 

Carlos Gildemar Pontes

 

 

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=7921912

 

http://www.revista.agulha.nom.br/carlosgildemar.html



Escrito por Gildemar Pontes às 17h11
[   ] [ envie esta mensagem ]




CAVALOS MARINHOS

 

cavalos marinhos

deslizam sob a noite no oceano

 

buscam-se no abissal profundo

suas fêmeas

 

cavalgam nus

pelos sonhos de suas éguas

 

vadeiam mares

percorrem desertos

cansam os músculos

no crepúsculo dos seres

 

cavalgamando-se

dormitam em algum lugar

mortos de cio.

 

Carlos Gildemar Pontes

(Do livro Metafísica das partes, 1991) 



Escrito por Gildemar Pontes às 19h49
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Livros, Esportes, Karate
Histórico
  Ver mensagens anteriores

Outros sites
  Revista Agulha
  Leontino Filho
  Arte Jovem
  Meu outro Blog
  Chico Buarque
  Sônia van Dijck
  SS Tânia Mulher
  Fortaleza Esporte Clube
  Adriana Zapparoli
  Touché
  Mario Cezar
  Linaldo Guedes
  Valéria Poética
  Louise Tommasi
  Loba
  Maísa Pupila
  Maria Borges
  Dora Vilvela
  Queima Bucha
  Carolina de Loar
  Usina das Palavras
  Ivinho
  Márcia Maia
  Garganta da Serpente
  Cadeira de Balanço
  Dira
  Rafaella Souza
  Rafaela Dantas
  Maria Odila
  Alcilene
  Zany
  Assis Dantas
  Alex