Pão & Poesia na Terra do Sempre


O CERCO DO OLHAR

 

Ah, se o meu coração pudesse optar

Entre estar em mim ou em ti!

Se os meus olhos pudessem estar contigo

E o meu olhar aprisionado a ti

Mostrasse o caminho a seguir.

Pudesses vê-lo, pleno de ti,

Abririas teu coração em pequenos flocos

Para guardar pequenos beijos

Que quero te dar

Ah, seria bom!

Seria bom, não fosse eu tão resistente às prisões

Mas o teu cerco é forte

Vem com a paz que acalanta a alma

Leva-me contigo

Eu vou.

 

Carlos Gildemar Pontes



Escrito por Gildemar Pontes às 16h31
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Livros, Esportes, Karate
Histórico
  Ver mensagens anteriores

Outros sites
  Revista Agulha
  Leontino Filho
  Arte Jovem
  Meu outro Blog
  Chico Buarque
  Sônia van Dijck
  SS Tânia Mulher
  Fortaleza Esporte Clube
  Adriana Zapparoli
  Touché
  Mario Cezar
  Linaldo Guedes
  Valéria Poética
  Louise Tommasi
  Loba
  Maísa Pupila
  Maria Borges
  Dora Vilvela
  Queima Bucha
  Carolina de Loar
  Usina das Palavras
  Ivinho
  Márcia Maia
  Garganta da Serpente
  Cadeira de Balanço
  Dira
  Rafaella Souza
  Rafaela Dantas
  Maria Odila
  Alcilene
  Zany
  Assis Dantas
  Alex