Pão & Poesia na Terra do Sempre


VITRINE IRREAL

 

na vitrine do meu pensamento

vejo teu corpo refletido

pelo corredor da imaginação

a bruma do desejo

desfaz-se em névoa

quando acaricio teus peitos

tu és real

eu é que não existo

 

Carlos Gildemar Pontes

 

Breaking Through, a print by Prelandra

Breaking Through, a print by Prelandra



Escrito por Gildemar Pontes às 20h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




PEQUENA LUCIDEZ

 

Oh hediondo vendaval que me assanha

me invade e devora as entranhas

me arrasta além mar e além vento!

 

Oh calor sufocante que maltrata

me queima a solidez e não retrata

o que a mente é capaz em pensamento.

 

É tão grande esta dor, esta sim,

esta que agora rebate em mim

e desatina num momento de torpor.

 

Oh alma minha que não tenho

força aflita tão grande que detenho

meu maior desejo de amor.

 

Carlos Gildemar Pontes



Escrito por Gildemar Pontes às 17h55
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Livros, Esportes, Karate
Histórico
  Ver mensagens anteriores

Outros sites
  Revista Agulha
  Leontino Filho
  Arte Jovem
  Meu outro Blog
  Chico Buarque
  Sônia van Dijck
  SS Tânia Mulher
  Fortaleza Esporte Clube
  Adriana Zapparoli
  Touché
  Mario Cezar
  Linaldo Guedes
  Valéria Poética
  Louise Tommasi
  Loba
  Maísa Pupila
  Maria Borges
  Dora Vilvela
  Queima Bucha
  Carolina de Loar
  Usina das Palavras
  Ivinho
  Márcia Maia
  Garganta da Serpente
  Cadeira de Balanço
  Dira
  Rafaella Souza
  Rafaela Dantas
  Maria Odila
  Alcilene
  Zany
  Assis Dantas
  Alex